Confira fotos do Simulado de Preparação para Desastres realizado neste sábado em Goiânia

Compartilhar:

O Corpo de Bombeiros de Goiás promoveu na manhã deste sábado, dia 21, um Simulado de Preparação para Desastres, na área de risco da Vila Maria Luiza, na região do Jardim Novo Mundo, em Goiânia. A ação foi uma parceria com o Comando de Operações de Defesa Civil, Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional e da Defesa Civil de Goiânia.

Foi simulada a evacuação da população da área de risco da Vila Maria Luiza, região de risco real de inundação. Na situação hipotética, uma forte chuva teria provocado a elevação do nível do Córrego Água Branca em mais de seis metros, atingindo diversas moradias. Também constariam registros de desaparecimento de habitantes, desabamento de moradias, ameaça do rompimento de uma receptora de esgoto e o desbarrancamento da encosta do córrego, tudo isso devido à força das águas no local.

A cada chuva forte,  a Vila Maria Luiza realmente sofre os efeitos da elevação dos níveis de água e, apesar de nunca ter vivenciado uma tragédia em decorrência disso, o bairro foi escolhido para a simulação. O Corpo de Bombeiros trabalhou em conjunto com escolas e moradores da região, para evitar problemas futuros. Além disso, os procedimentos de evacuação são padrões e podem ser utilizados nas demais áreas de risco de enchentes e inundações.

O evento, de abrangência nacional, foi realizado nas principais cidades do País. O objetivo foi preparar a população das áreas de risco e os integrantes do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil para atuação conjunta. Nesse tipo de evento, há o envolvimento dos diversos órgãos no atendimento aos desastres de origem natural, principalmente nas ações de socorro e assistência às vítimas.

Em Goiânia, estiveram envolvidos no simulado a Secretaria Nacional de Defesa Civil, Corpo de Bombeiros/Defesa Civil, Polícia Militar, Celg, Saneago, Secretaria da Educação, Centro de Informações Estratégicas e Respostas em Vigilância e Saúde Estadual, Sistema de Meteorologia e Hidrologia de Goiás, Ministério Público, Polícia Técnica Científica/IML, Defesa Civil de Goiânia e Prefeitura.