+Notícias

Corpo de Bombeiros celebra 54 anos em Seminário de Desenvolvimento Estratégico

 

 

Celebrar as muitas conquistas do ano afinando as ações a serem desenvolvidas em prol do crescimento institucional no futuro. É dessa maneira que o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) celebra seus 54 anos de criação na próxima segunda-feira, dia 17. Para marcar a data, a Corporação promove em Anápolis a 3ª edição do Seminário de Desenvolvimento Estratégico de 2012. O evento, que reunirá todos os Comandantes de Unidades e os Oficiais Superiores do CBMGO, será no auditório da Faculdade UniEvangélica, que fica na Avenida Universitária, km 3,5, Cidade Universitária.

O seminário tem como objetivo principal a avaliação das metas do Plano de Gestão da Corporação e a definição de estratégias para colocar em prática as diretrizes do Comando Geral. Durante o evento, também serão apresentadas as inovações científicas, novos materiais e equipamentos relacionados à atividade bombeiro militar. O Comandante Geral do CBMGO, Coronel Carlos Helbingen Júnior, fará a abertura do Seminário, às 8h30, com uma avaliação do desenvolvimento do trabalho dos bombeiros nos últimos anos em Goiás.

Depois da cerimônia de abertura, o evento tratará de temas estratégicos para a gestão, como os contratos e os convênios firmados pelos bombeiros em palestra do Coronel Luis Antônio da Silva, e a prestação de serviço extraordinário (PSE), tema da palestra do Coronel José Miranda de Faria. O oficial explicará ainda os critérios legais necessários para o pagamento do serviço, além do uso eficiente da medida pelas unidades operacionais.

A última palestra do período matutino será a do Tenente Coronel Martiniano Gondim, que falará sobre o projeto de criação de uma unidade de proteção socioambiental na Corporação. O papel crescente e de destaque do CBMGO nas ações de proteção ao meio ambiente e apoio aos órgãos ambientais também serão assuntos discutidos.

Ampliação da presença

No período vespertino, o Coronel Hárisson de Abreu Pancieri ministrará palestra sobre a ampliação da presença do CBMGO em Goiás, que é um dos objetivos estratégicos do Comando Geral. Para finalizar o ciclo, o Comandante Geral do CBMGO, Coronel Helbingen, dará orientações de caráter doutrinário e relacionado às metas do Comando Geral para os próximos anos. O evento será encerrado com uma reunião dos Oficiais Comandantes de Unidades Operacionais com seus respectivos Comandantes Regionais.

Em sua terceira edição, o Seminário de Desenvolvimento Estratégico se consolida como ferramenta para compartilhamento de experiências e conhecimentos entre os bombeiros goianos, o que tem contribuído para a melhoria da atuação dos profissionais. A difusão de novas tecnologias para o alcance de resultados mais efetivos nas áreas de combate a incêndio, busca e salvamento, resgate e defesa civil faz parte das diretrizes do Comando Geral da Corporação.

Entre as metas principais da Corporação estão o reforço do trabalho de prevenção de acidentes, a elevação dos índices de satisfação e de reconhecimento  dos bombeiros pela sociedade e a instalação de unidades em cidades que possuem mais de 25 mil habitantes nos próximos anos.

Sobre o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás

Bombeiros durante ocorrência de busca e salvamento

Atualmente, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) conta com 43 unidades operacionais em 36 cidades de Goiás, e um efetivo de aproximadamente 2,7 mil militares preparados para o serviço, apoiados por equipamentos que em nada deixam a desejar se comparados às demais corporações do País. Os bombeiros goianos atuam nas seguintes áreas: combate a incêndios de todas as classes, inclusive em emergências com produtos químicos, explosivos e inflamáveis e material radiativo; busca e salvamento, socorro de emergência, salvamento náutico, transporte inter-hospitalar de recém-nascidos em UTI Neo-Natal, prevenção de sinistros e apoio às ações de defesa civil, além de colaboração com prefeituras e outras instituições em campanhas ou emergências não programadas e programas sociais.

Para o êxito de suas missões, há treinamento constante e aprimoramento profissional, dentro de um sistema de ensino próprio voltado objetivamente para a formação da tropa. Estar preparado para atender ocorrências nas quais o imprevisível é uma realidade cotidiana que exige esforço e qualificação diária dos Bombeiros de Goiás.

Cursos de formação e especialização e treinamentos específicos nas diversas áreas de atuação dos Bombeiros são ministrados nos quartéis e na Academia Bombeiro Militar (ABM), em Goiânia, no Setor Goiânia 2. O trabalho da ABM, que funciona como um centro de excelência no treinamento bombeiro militar, é hoje referência no País. Através de alguns convênios, os Bombeiros de Goiás são hoje responsáveis pela formação e aperfeiçoamento de bombeiros de diversos estados do País.

 Histórico do CBMGO

Bombeiros pioneiros durante curso em Minas Gerais em 1958

Dos relatos dos pioneiros do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás, cuja história começou em 17 de dezembro de 1958, ficaram lições de vida e superação das adversidades.  A história dos Bombeiros Militares de Goiás começou com o envio de 11 pioneiros que deixaram o Estado para participarem em Minas Gerais de um curso de bombeiros. Durante oito meses, um tenente e dez praças frequentaram com aproveitamento máximo o curso para se especializarem nas atividades típicas da Corporação. De volta a Goiás, compartilharam os conhecimentos com os novos bombeiros.

O dia 17 de dezembro marca a data da edição da Lei 2.400, que criou a Companhia de Bombeiros de Goiás. No início, ela funcionou nas dependências do Comando Geral da Polícia Militar, na Rua 14, no centro de Goiânia. Em seguida, a Companhia foi transferida para a Avenida Anhanguera, próximo ao Lago das Rosas. Desde sua fundação, em 24 de outubro de 1933, Goiânia passou por um rápido crescimento demográfico. A nova capital de Goiás, projetada para 50 mil habitantes, atraiu migrantes em busca de um eldorado no coração do Brasil.

No início da história do CBMGO, o trem de socorro dos bombeiros militares era composto de apenas um Auto-Bomba Tanque (ABT) e de uma viatura modelo Pirsch – Auto-Pó Químico, ambos doados por Carlos Lacerda, governador na época do então Estado da Guanabara. Se faltavam bons equipamentos, sobravam aos pioneiros espírito e sacrifício, coragem, vontade de ajudar o próximo e o heroísmo. Adjetivos que fizeram com que a Corporação já nascesse com a aprovação da opinião pública.

Uma mudança radical na história dos bombeiros militares acontece a partir de 1989, ano da promulgação da Constituição Estadual. Na ocasião, a Instituição passou a ser uma corporação militar independente. A partir desse marco, teve início a fase de ampliação na frota operacional e no efetivo de bombeiros militares, com o consequente aumento no poder de atuação do CBMGO. Hoje, a moderna tecnologia, somada às virtudes dos bombeiros militares e ao trabalho muitas vezes anônimo, mas imprescindível, continua a escrever páginas recheadas de belos exemplos de dedicação, eficiência e profissionalismo.

III Seminário de Desenvolvimento Estratégico do CBMGO

Data: Segunda-feira, dia17, apartir das 8 horas

Local: Auditório da Faculdade UniEvangélica, que fica na Av. Universitária, km 3,5, Cidade Universitária, Anápolis-GO.

Mais informações: (62) 3201-2030

Botão Voltar ao topo
Skip to content