+Notícias

Bombeiro Militar de Catalão passa por exames para doação de medula

Nessa semana, a vida de um brasileiro com leucemia ganhou um novo rumo. A esperança de cura surgiu depois que o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME) encontrou, em Goiás, um doador não-aparentado compatível com o paciente. O voluntário é 2° Sargento Marcelo Mesquita Goulart, do 10° Batalhão Bombeiro Militar, em Catalão.

O 2º Sargento Marcelo se cadastrou há três meses como doador de medula no Hemocentro de Catalão. A iniciativa partiu por meio de uma campanha da Corporação em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) para estimular o cadastramento de voluntários no REDOME. Há cerca de duas semanas, o militar recebeu a ligação falando da compatibilidade. Ele passou por uma série de exames para verificar se poderá realmente doar a medula. Atualmente, o militar aguarda o resultado.

sgt marcelo 1

Botão Voltar ao topo
Skip to content