Tabagismo

Compartilhar:

               O tabagismo é um dos problemas mais importantes de saúde pública. A Organização Mundial de Saúde estima que aproximadamente cinco milhões de pessoas morrem no mundo em consequência das doenças provocadas pelo tabaco. Apesar de ter passado mais de 50 anos desde o primeiro documento governamental sobre o prejuízo do fumo à saúde (Surgeon General Report, publicado nos EUA), o tabagismo persiste como uma das principais causas preveníveis de morte no mundo.

               A folha de tabaco vem sendo utilizada há mais de 300 anos. Quando inalada, a fumaça é um aerossol concentrado com milhões de partículas por centímetro cúbico, constituindo uma complexa mistura de componentes químicos. Um deles, a nicotina, tem alto poder de modificar a biologia e fisiologia do cérebro, sendo o componente responsável pela dependência. Os outros componentes vão ocasionar as diversas doenças tabaco-relacionadas (câncer de pulmão, bexiga, esôfago, cabeça, pescoço, doença pulmonar obstrutiva crônica, osteoporose, gastrites, úlceras e aterosclerose, que obstrui as artérias e predispõe a infarto, acidente vascular cerebral e impotência sexual, entre outros problemas).

               Para prevenir o aparecimento destas doenças, contribuindo para a saúde indivídual e coletiva (devido aos males do tabagismo passivo) e visando uma melhoria na qualidade de vida, é altamente recomendado a interrupção do tabagismo.

               A equipe de saúde pode ajudar. Quando o indivíduo procura assistência o profissional vai avaliar o tabagista para determinar se há alguma doença tabaco-relacionada e irá verificar o grau de dependência do paciente para verificar se há necessidade de tratamento medicamentoso (indicado quando há dependência média, elevada ou muito elevada. Isso pode ser feito utilizando-se de Teste de Fagerstrom, que classifica a dependência (faça seu teste abaixo). Mesmo que sua dependência seja baixa ou muito baixa, sempre há necessidade de aconselhamento, que pode ser feito com a equipe de saúde.

Faça o teste clicando aqui!

Fonte: Carmo JT, Pueyo AA. A adaptação ao português do Fagerström test for nicotine
dependence (FTND) para avaliar a dependência e tolerância a nicotina em fumantes brasileiros.
Rev Bras Med. 2002;59:73-80.

 

Dr. José Laerte Rodrigues da Silva Júnior
Médico do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás
Especialista em Pneumologia e Clínica Médica pela Faculdade de Medicina – Universidade Federal de Goiás.
Mestre em Medicina Tropical e Saúde Pública pelo Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP) – UFG.
Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Goiás.